Notícias

12, Dec, 2017

Diretores de órgãos e demais poderes do Paraná conhecem evolução do Novo SIAF

A Secretaria da Fazenda realizou na tarde da última quinta-feira (7) um encontro com diretores e gestores de diversos órgãos e demais poderes do Paraná para a apresentação de um balanço com as ações do Novo SIAF. O evento aconteceu no auditório do Tribunal de Contas do Estado do Paraná.

O Diretor Geral da Secretaria da Fazenda, George Tormin, abriu o encontro dando um histórico do projeto do Novo SIAF, explicando os estudos e avaliações realizadas pelo Estado até que se encontrasse um sistema que se adequasse às necessidades do Paraná. “No ano passado lançamos o edital e venceu uma solução de mercado e utilizada por grandes empresas. Não há notícia de nenhum estado da federação que terá um sistema integrado como o nosso”, disse.

O projeto está sendo desenvolvido há oito meses e contará com mais de 1 mil pessoas capacitadas e cadastradas dentro do sistema. Ao longo desse período, novos servidores, inclusive de outros órgãos, foram inseridos dentro do processo e estão colaborando nos trabalhos de homologação.

Na sequência, o coordenador do projeto de implantação do Novo SIAF, Edemilson Pego, deu detalhes das atividades que estão sendo desenvolvidas, os avanços do projeto, todo o cronograma desenvolvido, assim como exemplos de suporte e atendimento que serão realizados durante o processo. Segundo ele, o encontro foi positivo e a ideia é que o sistema continue em plena evolução ao longo do exercício de 2018.

De acordo com o coordenador, nas próximas semanas o trabalho da equipe será ainda maior, uma vez que, além de dar prosseguimento ao que já vem sendo realizado, será preciso dar suporte aos usuários do sistema. “Esse é um desafio que o grupo assumiu e estão todos otimistas porque o resultado em prol do Estado, em prol do controle das finanças públicas será muito satisfatório, bem como a sociedade terá mais uma ferramenta que lhe dará informações de forma ágil e segura de como os recursos públicos estão sendo aplicados e executados”, afirmou. 

Fotos: Wagner Araújo/TCE-PR

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.